Dilemas da Web: privacidade e ‘compartilhamento sem fricção’

Você já imaginou como seria se pudesse ser rastreado por tudo o que faz diariamente? Como se alguém o perseguisse? É seguindo essa ideia que o fundador do FacebookMark Zuckerberg, pretende implantar na rede social um novo conceito: ‘compartilhamento sem fricção’… como se fosse um processo de monitoramento de tudo o que o usuário acessa na internet. E mais, de forma automática. Ou seja, não é preciso que o internauta escolha o que postar, não é necessário obedecer as opiniões do usuário quanto ao que considera relevante ou até mesmo restringe o internauta de sua própria privacidade. Essa ferramenta denominada de ‘compartilhamento sem fricção’ propõe que todos os conteúdos acessados na internet, mesmo que o usuário não esteja logado no Facebook, sejam compartilhados com a sua rede de amigos.

 

A opção ‘curtir’ passa a ser automática, ou melhor, você pode até não achar tão relevante ou até mesmo não gostar do que pesquisou, mas mesmo assim será compartilhado. A sua curiosidade não será individual, as suas pesquisas não serão restritas, as informações não serão assimiladas. Claro, o fluxo de conteúdo, as demasiadas informações geradas não vão suprir a necessidade que o ser humano precisa para ampliar o conhecimento. Se hoje a nossa leitura já é definida como scanner, desta forma tudo será efêmero.

E o que dizer da formação de opinião? E da leitura crítica?  Estas já não estarão nas pautas da formação intelectual. Não há como negar que as tecnologias, as inovações no meio de comunicação nos instruiram a grandes e renomados avanços de interatividade, integração e, sim, comunicação. Mas e quanto a informação estruturada, referente a assimilar e conduzir a um feedback? Será esporádico.

Privacidade na Internet

Quanto a esta nova ferramenta é preciso analisar até que ponto é atraente manter essa ‘invasão’ dos nossos interesses, nossas particularidades. A privacidade de utilizar a internet de forma livre é um direito, mas há quem goste e considere interessante saber mais sobre o que os outros fazem, pensam e discutem.

Marketing Digital Empresarial e Político

Pensando pelo lado empresarial e político o recurso pode ser uma alternativa para rastrear nosso comportamento online e gerar dados para que as empresas possam nos oferecer mais produtos, isto significa que o intuito é capturar o internauta e conduzir ao consumo, influenciar opiniões, ou talvez, uma estratégia de marketing digital.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *